Inscreva-se aqui e receba nossas notícias por e-mail.

Política

 
 
DUPLICAÇÃO DA BR-415 ENFRENTA DESCONFIANÇA REGIONAL; PARA RUI, “PESSIMISMO FICOU PARA TRÁS”
Fonte: Pimenta

e

A desconfiança dos sul-baianos quanto ao início e entrega das obras de duplicação do trecho Ilhéus-Itabuna da BR-415 será algo a ser superado pelo governador Rui Costa. O pessimismo é mais que natural. São 40 anos de promessas, algumas assinaturas de ordem de serviço e formulação de projetos e nada saiu do papel.

Hoje, antes da assinatura de contrato da obra, o gestor baiano foi questionado quanto à garantia de que a obra será concluída.

E assim respondeu: – [Vai sair, porque] Dessa vez, o governador é Rui Costa. E eu tô entregando hospital [da Costa do Cacau] em novembro, a ponte [em Ilhéus], já podem tirar foto da barragem [do Rio Colônia, em Itapé]. Então, esse pessimismo que existia na região, depois de Rui Costa, ficou para trás. Não é mais projeto, não é mais power point.

Perspectiva mostra como será a nova pista a ser construída || Reprodução

Perspectiva mostra como será a nova pista, com ciclovia e acostamento || Reprodução

Para fazer a duplicação sair do papel, o governo recorreu ao Regime Diferenciado de Contratação (RDC), do qual a OAS saiu vencedora. A obra será tocada pelo governo baiano e os recursos deverão ser liberados pelo Dnit, órgão federal. Hoje, há em caixa R$ 8 milhões, conforme o governador, que elogiou o ministro dos Transportes, que é do PR.

INÍCIO EM FEVEREIRO

A obra deverá ser concluída em 24 meses. De acordo com cronograma ao qual o PIMENTA teve acesso, a duplicação começará em 20 de fevereiro do próximo ano, após ações de desapropriação e elaboração do projeto executivo por parte da OAS. Mas o governo baiano e a construtora poderão antecipar prazos.

“Espero que em 60 ou 90 dias, no máximo, seja entregue o projeto executivo. Nós vamos construir essa obra com a força do trabalho e a força de Deus”, disse. Rui ainda citou que a ausência do ministro dos Transportes foi por causa de atitudes não republicanas de adversários do governo baiano. Segundo ele, o ministro dos Transportes, Maurício Quintela, “foi correto, rápido na tomada de posições”.

Por enquanto, impera a desconfiança. E o “la garantia soy yo” do governador.

  www.radios.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
mais notícias....