Inscreva-se aqui e receba nossas notícias por e-mail.

Polícia

 
 
Rui não vê intervenção no Rio como melhor solução e cobra pacto nacional pela segurança
Fonte: Bahia Noticias

e

O governador Rui Costa não acredita que a intervenção federal no Rio de Janeiro seja a melhor solução para a segurança pública do estado. Em entrevista concedida nesta sexta-feira (16), ele cobrou do Palácio do Planalto e dos governadores dos demais estados a elaboração de um pacto nacional para buscar soluções para o problema no país. "Eu não vi o governador Pezão, mas não acho que é a melhor solução. Pra fazer policiamento e segurança tem uma tecnologia que você adquire e aprende durante décadas, durante anos. É um conhecimento acumulado dentro das instituições", comentou Rui Costa. "Todos os 27 governadores, nós defendemos que o governo federal crie, a exemplo do que existe na educação e na saúde, um fundo nacional de segurança pública e uma política nacional de segurança, com ações integradas e articuladas entre a Polícia Federal, as Forças Armadas e as polícias estaduais", defendeu. Ele pontuou que a situação da segurança pública no Rio de Janeiro é "gravíssima", mas que o Brasil inteiro enfrenta o problema. Rui também criticou a atual e as últimas gestões do governo federal por sempre delegarem aos estados o problema da segurança pública. "A Bahia não produz fuzil, não produz cocaína, não produz .50, que derruba avião. No entanto, essas armas estão aqui dentro. Entraram como? Entraram pelos aeroportos, pelos portos. Quem cuida dos aeroportos e dos portos é a Polícia Federal", exemplificou. Para o governador, além do pacto nacional, também é necessário fazer uma alteração na lei para que os condenados por homicídio cumpram sua pena integralmente em regime fechado, sem direto a progressão. "Não é possível as pessoas tirarem a vida de pai, de mãe, de avó, tiram a vida de quem quer e com um sexto da pena a pessoa já pode estar em liberdade. Liberdade provisória, condicional...chega a ser hilário", comentou. Na avaliação do governador, a atual legislação "tem incentivado os homicídios". "Sou a favor de uma lei mais dura, mais rígida", declarou.

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

www.radios.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
mais notícias....