Inscreva-se aqui e receba nossas notícias por e-mail.

Geral

 
 
GRUPO HOTELEIRO E AGRICULTORA DISPUTAM TERRENO MILIONÁRIO EM TRANCOSO
Fonte; Pimenta

e

Suspeito de invadir a terra de uma agricultora de 74 anos, um hotel de luxo que está sendo construído pela incorporadora Bahia Beach e será operado pelo Grupo Fasano, em Trancoso, povoado de Porto Seguro (Extremo Sul da Bahia), está com as obras parcialmente embargadas pela Justiça, que ainda aplicou à Bahia Beach multa de R$ 1,68 milhão por descumprimento de ordem judicial.

A decisão do embargo parcial das obras e a aplicação da multa foram determinadas pelo Tribunal de Justiça da Bahia no último  dia 10, após ação possessória de autoria de Joaquina Antonia Soares, 74 anos, dona de um terreno de 28 hectares que, segundo o tribunal, foi invadido pelas obras do empreendimento Reservas Trancoso, lançado em 2016 pelo Fasano, com custo inicial de R$ 130 milhões.

Anteontem, a Vara Cível de Porto Seguro, em atendimento à decisão do TJ, deu prazo de 15 dias para o pagamento da multa, cujo descumprimento se refere a outra decisão do dia 8 de maio de 2017 (também do tribunal) que embargou totalmente as obras por causa da suspeita de invasão. A multa deve ser paga pela Bahia Beach, acionada no processo por Joaquina. Confira a íntegra em Correio24h.

 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
mais notícias....