Rádio Transasul FM


Inscreva-se aqui e receba nossas notícias por e-mail.

Polícia

 
 
General Heleno diz que Bolsonaro não vai a debate por temer 'atentado'
Fonte: Correio Braziliense

e

Nome cotado para ministro da Defesa em eventual governo Bolsonaro, o general da reserva Augusto Heleno atribuiu a ausência do candidato do PSL nos debates a uma possível ameaça de atentado terrorista. Em vídeo divulgado no Twitter, ele afirmou que Bolsonaro não deve comparecer a nenhum debate com Fernando Haddad (PT) neste segundo turno porque o presidenciável "está realmente ameaçado" por "um atentado terrorista" elaborado por "uma organização criminosa", que não quis citar o nome.

"(Há a) recomendação de que toda vez que (Bolsonaro) for sair de casa fizesse um vasculhamento no entorno da casa dele e jamais saísse de casa com hora marcada. O comparecimento ao debate, muita gente está vinculando ao medo dele sair, de debater com o Haddad. Não se trata disso. Ele está realmente ameaçado. Não é um mero tiro de sniper. É um atentado terrorista onde tem uma organização criminosa, que eu não vou citar o nome por motivos óbvios, envolvida. (Foi) comprovado por mensagens, por escutas telefônicas. Então, isto é absolutamente verídico", disse o general no vídeo.
 
Com o cancelamento do debate que seria transmitido nesta sexta-feira (26/10) pela TV Globo, será a primeira vez, desde a redemocratização, que não haverá um encontro de presidenciáveis no segundo turno. Além disso, Bolsonaro e Fernando Haddad, do PT, nunca se enfrentaram frente a frente em um desses eventos.
 
O vídeo não foi divulgado pela conta oficial do general e, até a última atualização desta reportagem, o Correio não havia conseguido contato com ele.
  www.radios.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
mais notícias....